ATITUDES PARA UMA VIDA SAUDÁVEL

Data da postagem: 1 de novembro de 2012

Uma pesquisa com mais de 7 mil pessoas em São Paulo e em Porto Alegre, feita pelo Isma-BR, entidade internacional para o estudo do estresse, revelou que apenas 7% delas acreditam ter um estilo de vida realmente saudável. Mesmo sabendo que comer mal, estar acima do peso, viver sob constante pressão, fumar e ser sedentário multiplicam o risco de doenças, como o câncer e o infarto, a grande maioria simplesmente não consegue deixar para trás os velhos (e maus) hábitos.

Os cientistas apostam em sete atitudes simples, mas eficientes, para virar esse jogo e fazer de você um vencedor quando o assunto é atingir metas para uma vida mais saudável.

1. Não fique ensaiando uma decisão

É normal imaginar o que se pode perder quando se faz uma escolha. O problema é superestimar os possíveis prejuízos isso acaba minando a força de vontade de qualquer um. Depois que se põe em prática a decisão tomada a duras penas, percebe-se que os aspectos negativos foram bem menores do que o imaginado.

2. Concentre-se nos ganhos

Você resolveu mudar seus hábitos à mesa, o que significa controlar frituras e doces. Desanimador. Como eu vou conseguir viver sem pastel ou brigadeiro? é provavelmente a pergunta. Em vez de pensar no que você vai perder, calcule o quanto vai ganhar. Ah, um pastel ou um brigadeiro de vez em quando estão, sim, liberados. O verbo que impera na busca da saúde é controlar, e não cortar.

3. Cometa, sim, pequenos deslizes

Esta terceira atitude é um complemento da anterior. Se você viajou e se fartou de comer durante um tempo ou numa semana agitada deixou de praticar caminhada, não use isso como desculpa na linha do “nunca vou conseguir”. É preciso permitir-se verdadeiramente fugir da rotina saudável de vez em quando. Rigor em excesso só vai contribuir para aumentar o desânimo, que leva você sabe ao descontrole total.

5. Cuidado com a pressão social

Não caia na besteira de tentar transformar seu corpo só porque alguém disse que você está acima do peso ou precisa ganhar músculos fortes. Busque o autoconhecimento e descubra o que está errado na sua rotina, isso sim. Evite as interferências alheias. Quando tentamos mudar para agradar aos outros e não a nós mesmos, o fracasso é quase inevitável.

6. Comemore cada bom resultado (por menor que seja)

Quanto mais o objetivo traçado estiver perto do seu alcance, maior será o estímulo para alcançá-lo. Digamos que você se propôs transformar radicalmente a dieta, mas tudo o que conseguiu foi cortar os alimentos gordurosos. Não pense nisso como uma derrota, mas sim como uma grande vitória parcial. O próximo passo será excluir outros inimigos de uma refeição equilibrada e assim por diante.

7. Tenha sempre uma segunda opção

Às vezes o resultado de nossas escolhas fica muito aquém do que esperávamos. Entrar na academia não foi uma boa idéia? Nesse caso, procure praticar um outro esporte, em vez de se assumir um sedentário inveterado. Não é porque o primeiro caminho não funcionou para chegar lá que você irá desistir, não é mesmo? Pense assim.

Imagem: www.shutterstock.com

Categorias: , ,