Colesterol fundamental para sua saúde

Data da postagem: 24 de janeiro de 2013

Talvez você só conheça o lado ruim do colesterol, nem todos sabem, mas esta gordura é fundamental para o bom funcionamento do organismo. O colesterol é fundamental para a construção da membrana que envolve as células e ajuda a manter a fluidez destas. Algumas pesquisas recentes indicam que o colesterol pode desempenhar um papel de antioxidante[1], é a base que o fígado usa para produzir o líquido biliar, ajuda no metabolismo das vitaminas lipossolúveis A,D,E e K é o principal precursor para a produção da vitamina D. E ainda entra na composição de vários hormônios esteroides (o cortisol, a aldosterona e os hormônios sexuais como a progesterona, o estrógeno e a testosterona).

Então onde está o problema? No desequilíbrio da produção desta gordura, o que pode trazer sérias implicações para o organismo. O colesterol é dividido em frações, estas recebem o nome devido à solubilidade da molécula, ou seja, a velocidade que está circula na corrente sanguínea, tem as seguintes frações HDL (High Density Lipoproteins) lipoproteína de alta densidade, LDL (Low Density Lipoproteins) lipoproteína de baixa densidade.

O HDL quando está dentro das concentrações normais é um fator protetor para a formação das placas de ateroma (placas de gordura que dificultam a circulação do sangue), e ainda confere um fator de proteção contra ataques cardíacos. Eles circulam rapidamente pela corrente sanguínea impedindo à adesão do colesterol a parede do vaso, porem quando seu valor está abaixo do recomendado ele não confere este fator de proteção.

Já o LDL quando acima dos valores de referencia, por circular mais lentamente na corrente sanguínea favorece a formação das placas de ateroma pela maior chance de adesão a parede do vaso. Esta fração do colesterol é alterada facilmente quando a alimentação não é adequada, quando não se pratica atividade física, fator este que por aumentar o gasto calórico ajuda no controle da concentração de LDL e quando o sono não é adequado o que promove o aumento de um hormônio chamado cortisol, este é o hormônio do estresse e pode acelerar o processo de formação das placas através da oxidação do colesterol.

Nosso corpo tem condições de produzir o colesterol que precisamos através de boas fontes de óleo, isso quer dizer que se não ingeríssemos colesterol nosso corpo daria conta de produzir na quantidade que precisamos. O controle de regulação do colesterol está diretamente envolvido com a sua ingestão, quanto mais ingerimos menos produzimos, mas nem sempre este mecanismo é eficaz para controlar a quantidade de colesterol que circula em nosso sangue.

O colesterol tende a aumentar conforme a idade aumenta até atingirmos 60 anos. Durante o inverno os níveis de colesterol também se encontram alterado, isso se deve muito a necessidade do corpo em produzir temperatura devido ao frio [2]. Neste processo de controle de temperatura o organismo libera mais cortisol gerando fome e aumentando a quantidade de alimento ingerido principalmente os gordurosos. Aproveitemos este período de altas temperaturas para controlar o colesterol, abaixo dicas importantes para o seu controle.

– Incluir na sua alimentação os cereais integrais, eles diminuem a absorção de colesterol no intestino, favorecendo o seu controle.

– Diminua ou zere o consumo de fritura, o óleo vegetal não possui colesterol, mas quando aquecido satura e esta gordura saturada serve como matéria prima para o organismo formar o LDL colesterol.

– Reduza ou zere o consumo de gordura animal, ela é rica em colesterol, mesmo que seja por um período para fazer o controle, mas quanto menos ingerir mais fácil será manter o nível de colesterol dentro da normalidade.

– Associe a sua dieta o uso de suplementos que ajudam no controle do colesterol, existem alguns que podem cumprir esse papel. Procure suplementos que contenham em sua composição fibras como suplementos na base de algas e berinjela, suplementos com lecitina de soja é uma boa opção, pois reduzem o colesterol sanguíneo (Para saber mais, acesse o texto “Lecitina de soja, para que serve?“). Associe também o uso de antioxidantes, eles reduzem o risco de formação de placas de ateroma.

Por Dr. Ricardo Vargas de Andrade
Nutricionista
CRN-1 5804

Referências

[1]  Smith LL. Another cholesterol hypothesis: cholesterol as antioxidant. Free Radic Biol Med 1991;11:47-61. PMID 1937129

[2]  Ockene IS, Chiriboga DE, Stanek EJ 3rd, Harmatz MG, Nicolosi R, Saperia G, Well AD, Freedson P, Merriam PA, Reed G, Ma Y, Matthews CE, Hebert JR.. (2004). “Seasonal variation in serum cholesterol levels: treatment implications and possible mechanisms.”. Arch Intern Med 164: 863 – 70. PMID 15111372

Imagem: www.shutterstock.com

Categorias: ,