Conhecendo o Colágeno Hidrolisado

Data da postagem: 6 de março de 2013

Com o avanço das pesquisas nossa consciência sobre os benefícios de alimentos e bebidas tem aumentado, dentre as substância pesquisadas está o colágeno que vem se apresentando como uma boa alternativa para tratamento de problemas articulares, pele, unhas, cabelo e controle do peso aumentando a saciedade da refeição.

O colágeno é uma proteína primária do tecido conjuntivo, é considerada uma proteína chave do organismo, sendo fundamental, pois está presente nas cartilagens cumprindo o papel de evitar o desgaste dos ossos. Na pele é responsável pela coesão, elasticidade e regeneração, sua diminuição proporciona o aparecimento das tão temíveis rugas.

O colágeno hidrolisado é uma proteína formada pelos 20 aminoácidos existentes, sendo que três são os predominantes, a glicina, prolina e hidroxiprolina, que representam aproximadamente 50% dos aminoácidos. A concentração elevada de glicina e prolina proporcionam ao colágeno hidrolisado propriedades nutri-funcionais que não encontramos em nenhuma outra proteína.

A glicina é um importante neurotransmissor do sistema nervoso central (neurotransmissores são substâncias químicas que permitem a passagem do impulso nervoso entre os neurônios), altas concentrações de glicina na corrente sanguínea parecem estimular a formação de colágeno mantendo a integridade da pela e cartilagens, e é essencial na manutenção do equilíbrio redox intracelular, mecanismo responsável pela formação de radicais livres nas células. Quanto maior a produção de radicais livres mais acentuado será o processo de envelhecimento.

A partir da prolina o organismo forma a hidroxiprolina, estes estão diretamente ligados à formação do colágeno, ajudando na manutenção das articulações, pele, cabelo e unhas. Para o organismo formar a hidroxiprolina é necessária a presença de vitamina C. O consumo do colágeno sempre deve ser associado à ingestão de vitamina C para garantir os seus efeitos benéficos ao organismo.

O colágeno natural encontrado em produtos de origem animal é extremamente resistente e conhecido como não digerível, porém estudos tem demonstrado que o colágeno hidrolisado que já passou por uma pré digestão é facilmente atacado pelas enzimas proteolíticas presente no intestino possibilitando sua digestão e a absorção de 90% da quantidade ingerida.

Estudos clínicos já comprovaram que a dose a ser ingerida diariamente para proporcionar os efeitos benéficos na saúde de articulações, ossos, pele, cabelo e unhas deve ser de 10 gramas ao dia do colágeno hidrolisado. O consumo de colágeno presente nos alimentos de origem animal se não passar por processos de industrialização não trazem estes benefícios.

Abaixo um gráfico demonstrando a composição de aminoácidos presente no colágeno, chamamos a atenção para a concentração de glicina, prolina e hidroxiprolina que corresponde a 50% do total de aminoácidos da proteína.

Imagem: www.shutterstock.com

 

Dr. Ricardo Vargas de Andrade

Nutricionista

CRN-1 5804

 

Categorias: , ,