Mentiras rondam a internet!

Data da postagem: 16 de outubro de 2013

“Se alimentar a cada 3 horas, com pequenas e corretas refeições, adequadas em calorias e nutrientes, é uma ótima estratégia para manutenção e perda de peso! Além de consumir uma quantidade menor de alimentos nas principais refeições, pois não irá sentir tanta fome, seu organismo aprende a utilizar uma quantidade menor de nutrientes, já que eles estão sempre disponíveis! Quando o intervalo entre as refeições são muito longos o seu organismo vai armazenar uma quantidade maior de energia, para fazer estoque e suportar os períodos de jejum. Além disso, o jejum prolongado pode causar vários efeitos maléficos ao organismo e faz com que seu metabolismo fique mais lento, o que dificulta a queima de calorias.”

Cuidado. É claro que isso tudo é bobagem, se comer várias vezes ao dia resolvesse o assunto viveríamos num mundo sem obesidade, mas pelo contrário as pessoas estão cada vez mais obesas.

Quando se comia somente 3 vezes ao dia e a qualidade do que se comia era outra, o mundo era repleto de pessoas magras e saudáveis. Isso pode ser comparado ao olharmos para os nossos antepassados.

Fico indignado de ver a mentira dita e aceita de uma forma tão natural que me assombra. Comer a cada 3h (ou a cada 2h na mais nova adequação) virou uma praxe, como sair do médico com a receita em mãos e nos encaminharmos à farmácia para comprar o remédio que o próprio nome já diz o que faz. Somente remedia, mas não resolve o problema.

Se quisermos mesmo resolver o problema da obesidade e de muitas outras doenças ou condições clínicas como hipertensão, diabetes, colesterol e triglicérides altos, refluxo gastresofágico, insônia, problemas de memória e muitos outros, precisamos rever nossos conceitos e parar de aceitar o que a “ciência” que tem rabo preso com a indústria nos propõe como sendo o padrão de normalidade.

Práticas simples podem surtir muitos resultados. Comer alimentos integrais, comer cedo e pouco na última refeição do dia, dormir cedo, realizar exercícios aeróbicos e musculação, tomar sol, beber água, respirar de maneira adequada, confiar em Deus (diminuí o estresse) poderíamos sim viver saudável. Eu acho mais fácil seguir estas orientações do que ficar preso a medicamentos e com a neura de ter que comer a cada 3h.

Gostaria de deixar abaixo um relato de caso de uma paciente. Logo aviso os resultados obtidos por ela não são comuns na prática clínica, faço uma estimativa de redução entre 2 a 4 kg por mês. São poucos que são disciplinados para seguir as orientações.

A paciente começou o tratamento pesando 117 kg tendo 1,70 metros de altura, ao termino do primeiro mês de tratamento ela havia reduzido 9,1 kg, muitas medidas reduzidas por exemplo no tórax ela diminuiu 11 cm.

Ela me disse que ouviu as pessoas dizendo que eu era louco, que esse nutricionista tinha que rasgar o diploma que ele não sabia de nada, que eu iria matar ela de fome, que ela iria morrer comendo somente 3 vezes ao dia e outros absurdos …

Fiquei feliz com a resposta dela aos agoureiros de plantão: “se ele é louco eu não sei, mas se for estou embarcando na loucura dele”.

Hoje ela esta feliz por ter reduzido 9,1 kg em um mês, muitos quilos eliminados, muitos virão e quero ver se alguém vai convencer ela e eu de que temos que comer a cada 3 horas para acelerar o metabolismo e outras besteiras mais.

Concluo dizendo que podemos emagrecer comendo 2, 3, 6 ou mais vezes ao dia, mas se não mudar o seu padrão de estilo de vida o sucesso será apenas momentâneo, tenho trabalhado para meus pacientes obterem resultados duradouros, essa é a chave do sucesso.

Se concordarem comigo compartilhem, mais pessoas precisam ser alertadas de que existem muitos erros na prática clínica da nutrição.

Categorias: , ,