NEM TODAS AS GORDURAS SÃO PREJUDICIAIS À SAÚDE!

Data da postagem: 1 de novembro de 2012

Embora sejam frequentemente colocadas na posição de vilãs da dieta, retirar as gorduras da alimentação pode representar risco à saúde, já que elas, ao lado de proteínas e carboidratos, compõem os grandes grupos alimentares necessários à boa nutrição.

O óleo de soja, por exemplo, é fonte de gorduras poli-insaturadas, com ácidos graxos ômega 6, que oferecem importantes benefícios em termos de controle do colesterol.

Se há um tipo de gordura que mereça ser excluído do cardápio é a gordura trans, encontrada em produtos industrializados como biscoitos recheados, sorvetes, massas folhadas, entre outros.

Entenda a classificação das gorduras

Saturadas: encontrada em produtos de origem animal, como leite integral, manteiga, carnes e embutidos em geral (linguiças e salames). Deve ser consumida em menor quantidade.

Mono-insaturadas: presente no abacate e em castanhas, além de óleo de oliva e azeite de canola. Revela importantes benefícios no controle de doenças metabólicas.

Poli-insaturadas: contempla ácidos graxos ômega 3, encontrados na linhaça e em peixes de águas frias e profundas (salmão e sardinha), e ômega 6, presente nos óleos de soja, milho e girassol e seus produtos derivados. Pode beneficiar pacientes no controle do colesterol.

Trans: tipo de gordura produzido pela indústria alimentícia, que revela prejuízos significativos à saúde. Está presente em biscoitos recheados, sorvetes, massas folhadas, entre outros.

Imagem: www.shutterstock.com

Categorias: , , ,