Os prós e os contras da água com gás

Data da postagem: 7 de novembro de 2016

Indispensável para a saúde e para o dia a dia, a água ajuda no funcionamento do organismo e na hidratação do nosso corpo. Favorita de muitos e vista com uma certa desconfiança por outros, a água com gás apresenta inúmeras dúvidas sobre o seu benefício à saúde.

Optar por água com gás não é uma escolha prejudicial, tanto que entre os benefícios podemos apontar a sua contribuição na prevenção de doenças no estômago e esôfago, a redução do colesterol associados a doenças cardíacas, o auxílio na digestão e na limpeza do paladar. Em alguns casos, ela possui as mesmas qualidades e nutrientes da água mineral.

Fabricada com a adição de dióxido de carbono sob pressão ao líquido, a opção gaseificada também pode apresentar malefícios à saúde, especialmente para aqueles com problemas gastrointestinais, pois ela pode acabar irritando a mucosa do estômago ou do intestino aumentando e causando desconforto.

Outra grande preocupação são as quantidades significativas de sal (sódio) presente em algumas águas. O sal está ligado a insuficiência renal e ao aumento da pressão arterial, o que contribui para doenças cardíacas. Além disso, o consumo excessivo causa sintomas desagradáveis como arrotos, flatulência e distensão abdominal temporária.

Assim como toda bebida gaseificada, ela deve ser consumida com moderação. Pessoas com intolerância ao gás, diabéticas e tendência a descalcificação dos dentes e ossos devem passar longe desta bebida.

 

Foto: Shutterstock

Categorias: