VAMOS CORRER? CONHEÇA OS PRÓS E CONTRAS DO TIPOS DE TERRENOS.

Data da postagem: 31 de outubro de 2012

Uma das maneiras mais escolhidas para incluir um exercício físico na rotina é a corrida. Se você pretende começar agora ou ainda é um corredor amador, é bom se informar sobre os tipos de terrenos e seus prós e contras. Confira com a Nutryervas e escolha o que é melhor pra você:

Asfalto: superfície relativamente dura e que proporciona baixa absorção do impacto.

Terra batida: considerada a superfície perfeita para a prática da corrida, oferecendo excelente absorção do impacto. Só não pode ter dó de sujar o tênis, especialmente em dias de chuvas!

Grama: assim como a terra batida, absorve muito o impacto, aliviando tornozelos e joelhos. Requer cuidado nos dias de chuva, ou logo pela manhã, já que o orvalho deixa a grama escorregadia. Quando desnivelado, este tipo de solo aumenta a probabilidade de lesões.

Areia: o treino na areia fofa proporciona o ganho de força e velocidade ao corredor, além de fortalecer a musculatura da coxa, mas pode agravar problemas ósseos ou articulares preexistentes. Já a corrida na areia molhada trabalha toda a musculatura dos membros inferiores, mas também exige mais desta região do corpo.

Esteira: a esteira proporciona mais amortecimento do impacto quando comparado aos treinos externos, mas alguns corredores consideram-na monótona.

Cimento: levanta muita poeira e existem poucos locais com este tipo de terreno nas grandes cidades. O cimento é uma superfície muito dura, com baixa absorção de impacto e alto risco de lesões articulares”. Entre os prós, destaca-se a facilidade de correr em um solo nivelado sem o risco de tropeçar.

Imagem: www.shutterstock.com

Categorias: , , , ,